terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Momento Mãe Dinah com o Grammy 2014 (parte 1)

Como eu disse no post anterior sobre os destaques musicais do ano de 2013, esse post será dedicado ao 56º Grammy Awards, a premiação máxima da música mundial, que vai acontecer no dia 26 de janeiro de 2014. Os artistas indicados de todas as categorias já foram divulgados, então vou analisar as principais categorias da premiação e tentar acertar os vencedores (vou relembrar esse post após a premiação).

As três principais categorias do Grammy são Álbum do Ano, Gravação do Ano e Música do Ano. É bom ressaltar que a grande diferença entre a gravação e a música do ano é que o prêmio de música do ano é dado unicamente aos compositores, ou seja, é um prêmio que analisa a letra das músicas primordialmente. Já a gravação do ano premia tanto os compositores, quanto os artistas e os produtores, ou seja, a gravação do ano leva em conta o conjunto da obra da música.

Os indicados a Álbum do Ano são:
"The Blessed Unrest" — Sara Bareilles
"Random Access Memories" — Daft Punk
"Good Kid, M.A.A.D City" — Kendrick Lamar
"The Heist" — Macklemore & Ryan Lewis
"Red" — Taylor Swift


 Nessa categoria acho muito difícil que o Daft Punk não leve o prêmio, mas surpresas acontecem, e como não conheço o álbum da Sara Bareilles, posso ser surpreendido. No entanto, como o "Random Access Memories" conseguiu aliar sucesso comercial e qualidade musical, é o grande favorito na minha opinião. Os dois álbuns de rap, apesar de muito bons, não tem muitas chances, mas mostram que a Academia de Gravação está olhando com maior atenção para o estilo e o quanto o ano de 2013 foi bom para o mundo do hip-hop. "Red" também não é um dos meus favoritos, mas como a Taylor tem muito prestígio nos Grammys, pode até surpreender.

Os indicação a Gravação do Ano são:
"Get Lucky" — Daft Punk & Pharrell Williams
"Radioactive" — Imagine Dragons
"Royals" — Lorde
"Locked Out Of Heaven" — Bruno Mars
"Blurred Lines" — Robin Thicke Featuring T.I. & Pharrell Williams


Sim, o Daft Punk é franco favorito para levar os dois prêmios principais da noite, até porque a música em questão é um clássico instantâneo. Se eu tivesse que escolher eventuais grammys de prata e bronze, estes ficariam com "Locked Out Of Heaven" e "Royals", respectivamente. "Radioactive" é uma excelente música também, e "Blurred Lines" é certamente a mais fraca das concorrentes, e me arrisco a dizer que só chegou aí pelo estrondoso sucesso comercial e por grudar eternamente na cabeça de quem escuta (hehehe).

O outro prêmio geral, de música do ano, teve como indicados:
"Just Give Me A Reason" — Jeff Bhasker, Pink & Nate Ruess, songwriters (Pink Featuring Nate Ruess)
"Locked Out Of Heaven" — Philip Lawrence, Ari Levine & Bruno Mars, songwriters (Bruno Mars)
"Roar" — Lukasz Gottwald, Max Martin, Bonnie McKee, Katy Perry & Henry Walter, songwriters (Katy Perry)
"Royals" — Joel Little & Ella Yelich O'Connor, songwriters (Lorde)
"Same Love" — Ben Haggerty, Mary Lambert & Ryan Lewis, songwriters (Macklemore & Ryan Lewis Featuring Mary Lambert)



"Locked Out Of Heaven" é uma ótima canção de amor, "Just Give Me A Reason" também, "Royals" é um hino "anti-pop" genial, "Roar" é uma excelente música para te colocar pra cima, mas nenhuma delas é tão bela e ousada quanto "Same Love". A mensagem anti-homofobia da música é espetacular, ainda mais por se tratar de uma música de rap, estilo notoriamente conhecido por atitudes homofóbicas. O refrão da música é emocionante demais, e os versos não ficam pra trás. Por isso, torço e acho que a música do duo de Seattle vai levar esse prêmio.

Além desses prêmio há ainda a categoria geral de Artista Revelação, que tem como indicados:
James Blake
Kendrick Lamar
Macklemore & Ryan Lewis
Kacey Musgraves
Ed Sheeran


Apesar de conhecer as preferências do Grammy por música country, acho que o prêmio de artista revelação vai ficar entre os dois artistas de rap. Além de serem excelentes artistas, são os únicos da lista que também concorrem ao prêmio de álbum do ano, o que reforça o favoritismo. Entre os dois, no entanto, acho que a trajetória de Macklemore & Ryan Lewis, da internet para o estrelato, deve fazer a diferença, mas vou ficar muito feliz se o Kendrick ganhar o prêmio.

Na próxima postagem, as apostas para as categorias do pop, do rock e do rap.

Nenhum comentário:

Postar um comentário